Plasma rico em plaquetas – PRP Recife

Plasma rico em plaquetas – PRP

Plasma Rico em Plaquetas
  PLASMA RICO EM PLAQUETAS – PRP O desejo de se rejuvenescer é cada vez maior. Quando começam aparecer aquelas linhas no rosto, muitas pessoas sentem uma necessidade eliminá-las e melhorar a sua autoestima. A Bioestimulação Ativa é realizada com plasma à base de plaquetas que apaga as rugas e, além disso, combate a calvície. O procedimento é realizado da seguinte maneira: primeiramente o médico colhe o sangue do paciente. Depois ela separa o plasma (componente rico em plaquetas) dos nutrientes. Por meio de reagentes moleculares, o especialista estimula os fatores de crescimento presentes no sangue, que vão ajudar a produzir colágeno. As plaquetas misturadas a uma substância ativadora são aspiradas com uma seringa e injetadas no rosto ou no couro cabeludo do paciente. As células velhas ou mortas são eliminadas. Assim apenas as células jovens e regeneradoras são aproveitadas. A aplicação é feita nas partes mais flácidas do rosto, nos músculos e sob o periósteo (tecido que recobre e nutre os ossos). O plasma rico em plaquetas, PRP, atua nas áreas em que houve absorção óssea acentuada, como por exemplo, nas regiões malares, mandíbula e no terço médio da face. O método se mostra eficaz a partir do 4º mês após as aplicações, resultando em pele do rosto mais firme e os novos fios começaram a crescer. Para um bom efeito são necessárias de oito a dez meses. Mas de três em três meses é preciso fazer uma manutenção. Depois de um período a manutenção pode ser feita de seis meses. Segundo alguns estudos a utilização do PRP no tratamento da queda de cabelo ou da calvície é capaz de estimular as células responsáveis pelo crescimento capilar, além de reverter o processo de miniaturização dos fios nas áreas onde é aplicado. Como resultado, podemos observar cabelos mais resistentes, fortes e espessos. Como o plasma rico em plaquetas, PRP, é proveniente do sangue do próprio paciente, não existe risco de rejeição ou de reações alérgicas. Quando associado ao transplante capilar (terapia adjuvante), o PRP pode ser injetado tanto na zona receptora como na zona doadora, para acelerar o processo de cicatrização. Também existem algumas evidências de que os folículos capilares que permanecem em contato com PRP antes da fase de implantação do transplante capilar apresentam crescimento mais acelerado no período pós-operatório, porque teoricamente o PRP estimularia as steam cells (células progenitoras) dos novos folículos transplantados. Todas estas proteínas estimulam de maneira potente a regeneração e reprodução celular pelo qual são muito úteis em tratamentos de rejuvenescimento facial, oferecendo assim uma cútis renovada, hidratada, com boa elasticidade. É útil também como coadjuvante na bioplastia. Para o procedimento são necessários 30 a 60 minutos. É realizada ambulatorialmente. A Clínica Cláudio Cordeiro é referência em PRP em Recife.